8 de nov de 2013

sobre sofrimento, apego, impermanência e amor.

A dor é passageira e a felicidade se vai conquistando gradualmente por porções, até que um dia já não sairá desse estado.

*

Há pessoas que acreditam ser infelizes mas não o são. Só estão apegadas a uma dor do passado e revivem esse momento sem resolvê-lo. E isso só acontece na mente, não no momento presente.

*

Deve aceitar que o vento muda, que o clima muda, que tudo muda. Há prazer e há dor. Há primaveras e outonos. Não deve aferrar-se a nada.

*

Ao aceitar as mudanças você flui e é feliz. Ao não aceitá-las, sofre.

*

O sofrimento vem do apego.

*

O amor o leva a lugares inimagináveis, transforma-o e o faz brilhar. Quando está no amor e vive através dele, está em seu centro e em equilíbrio e pode, então, alcançar a totalidade.

*

No amor, simplesmente flui e ama sem o "eu" que obstrui o caminhar. Dilui-se todo pensamento negativo. É você mesmo e reconhece sua essência, de maneira consciente ou inconsciente, mas o certo é que seu coração vai transbordar alegria, harmonia, equilíbrio e tranquilidade.

*

O ódio é uma energia básica e primitiva que não passou por um processo de autoliderança. O amor é uma energia já educada.

*

Compreender ao outro não significa aceitar ou estar de acordo com seu comportamento. O comportamento do outro, baseado em seus princípios ou valores, pode estar errado, mas deve aceitar o que realmente ocorreu e ter em que se apoiar para perdoar.

*

Nada importante se consegue com esforços pela metade. O valioso se conquista com esforços notáveis.

*

Todo potencial está dentro, mas se você não faz nada seguirá adormecido.

*

Fonte: livro auto-liderança, de Suryavan Solar


Nenhum comentário:

Pages

Pages - Menu

Popular Posts

Categories

.

Minha foto
medo, desejo, bom som, silêncio, barulho de chuva, doce, papeis, anotações, dobraduras, presentes, fotografia, laços, bolinhas, sei lá, reticências.

Blogger news

Blogroll

Blogger templates